Páginas

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Máquina de Solda - Parte13

Retificadores – Bifásicos:

Estes equipamentos, são alimentados pela rede elétrica com corrente alternada (AC) e fornecem aos terminais de soldagem um corrente devidamnte retificada (DC). Este sistema, leva vantagem sobre os transformadores, porque ao ocorrer flutuação na entrada de energia, estas oscilações são atenuadas na saída, evitando emperfeições relevantes no cordão de solda, como ocorre quando se solda com equipamentos de corrente alternada.

Por serem retificadores compactos e versáteis, muitas vezes levam vantagens sobre os retificadores trifásicos, pois além da praticidade, seu custo é bem inferior.

Equipamentos:

I) RM325 – Retificador Bifásico
  • Ciclo de trabalho (60% @ 200 A). 
  • Tensão de trabalho ( bifásica) em: 220V ou 380V ou 440V, conforme tensão especificada pelo cliente.
  • Solda E6013, Inox, Ferro fundido até 4mm.
  • Solda E7018 até 3,25mm.

II) RM-375 – Retificador Bifásico
  • Ciclo de trabalho (100% @250 A).
  • Tensão de trabalho: 220/380/440V.
  • Solda eletrodos E6013, Inox e Ferro fundido até 5mm.
  • Solda eletrodos E7018 (média penetração) até 4mm. 
  • Estes equipamentos são produzidos em série, para soldagens em qualquer tensão bifásica: 220/380/440 Volts.

Vantagens:
  • Equipamentos compactos. 
  • Por serrem equipamentos de corrente contínua, produzem cordões de solda mais homogênea que os transformadores. 
  • Se a rede elétrica do cliente for somente bifásica, levam vantagem sobre os retificadores trifásicos.

III) Transformador / Retificador: AC/DC-400

Vantagens: Num só equipamento, tem-se um transformador e um retificador. Para obter-se uma solda de melhor qualidade utiliza-se o retificador (DC) que proporciona cordões de solda mais homogêneos, menos respingo na solda, mais penetração etc...

Pelo elevado ciclo de trabalho (100% @ 300A ) o equipamento admite serviços de corte, e para tal, deve-se utilizar o lado (AC) (transformador), para proteger os diodos, dos picos de corrente provocado no momento do corte.

Retificadores trifásicos – industriais

Esta família de retificadores, atende soldagens  intermitentes de intensidade leve (RT-400), média (RT-425) e regime contínua de média intensidade (RG-450).

Solda todos tipos de eletrodos (E6013, E7018, E6010, Inox Ferro fundido), inclusive eletrodos de grafite, como é o caso da RG-450.

Os retificadores trifásicos, são equipamentos de corrente continua, que proporcionam ótima qualidade de solda, baixo índice de respingos, excelente estabilidade do arco e grande penetração, quando utilizam eletrodos E6010.

Vantagens:
  • Cordões de solda homogêneos em toda sua extensão.
  • Eficazes em soldagens de grande responsabilidade, onde se exija alta penetração e grande resistência mecânica.

Equipamentos:
  •  RT-400: Para soldagens leves, indicados para pequenas industriais e oficinas de manutenção industrial.
  • RT-425: Para soldagens de média intensidade em regime intermitente. Para proteger as bobinas de aquecimento exagerado, este equipamento possui 02(dois) ventiladores (2x  d=250mm).
  • RT-425C: São retificadores trifásicos com bobinas primárias e secundárias, enrolados 100% com cobre eletrolítico. Sua ponte retificadora é constituída de diodos industriais (175 Amperes), tipo rosca, refrigerada por um conjunto de dois ventiladores WEG c/ diâmentro de 250 mm.
  • RG-450:
    • Para soldagens médias em regime continuo.
    • Solda eletrodos (E6013, E7018, E6010, Inox, Ferro fundido) até 6mm. 
    • Admite servoços de corte e goivagem até 3/16.

Obs: Ponte retificadora montada com diodos industriais, tipo rosca 240 amperes.

Vantagens dos diodos industriais (tipo rosca):
  • Robustez.
  • Facilidade de manutenção.
  • Menor custo de reposição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário